10 ferramentas web gratuitas para usar já

A internet disponibiliza uma quantidade praticamente ilimitada de recursos que podem ser utilizados no ensino. Tutores, professores, educadores e, claro, alunos e encarregados de educação, podem beneficiar dessas ferramentas. O melhor é que muitas delas são de acesso livre, gratuitas e, além disso, estão em permanente evolução, apresentando cada dia novos recursos e capacidades
Selecionei 10 ferramentas fantásticas que podem ser utilizadas em diferentes situações.

1. Blogger

Blogger front pageBlogger é a plataforma de blogues do Google. O que muitos não sabem é que este recurso pode ser utilizado no ensino de uma forma muito atrativa e produtiva, seja na partilha de documentos, no debate de ideias, na disponibilização de informação, de recursos, ligações, etc.

2. Wikispaces

Alunos bem como professores, podem fazer uso do Wikispaces para publicar, enviar, partilhar texto, imagens, vídeos e outros documentos através desta plataforma de espaço virtual. Utilizando as configurações de privacidade, podemos definir quem pode e quem não pode aceder ao material que disponibilizamos. Em última análise, podemos limitar a visualização do que publicamos a um pequeno grupo, como a turma, pro exemplo.

3. Googe Drive

Este é outro grande recurso Google que, muitas vezes esquecemos. Basta ter uma conta de Gmail para garantir o acesso livre a grande parte do universo de aplicações Google. Com o Google Drive (ex-Google Docs) alunos e professores podem criar documentos originais (texto, apresentações, folhas de cálculo, formulários, testes …) e partilhá-los com quem entenderem. Uma das suas vantagens é que o trabalho é salvo automaticamente, além de que, como fica armazenado na “nuvem” não precisa de andar com o trabalho em nenhuma pendrive, disco portátil ou cd de um lado para outro. Basta ter cesso à internet.

4. 4teachers

Como o próprio nome sugere 4teachers é um sítio repleto de ferramentas especialmente pensadas para serem utilizadas pelos professores. O sítio ajuda os professores na planificação de aula, criação de rubricas, questionários, etc. Além disso, disponibiliza ferramentas para os alunos.

5. Dropbox

Dropbox
Se algum professor utilizador da internet nunca ouviu falar na Dropbox, é provável que o seu caso seja “caso de estudo”. Na verdade, a Dropbox, sendo o mais popular serviço de partilha de ficheiros e de sincronização entre vários computadores e equipamentos, permite a partilha de ficheiros 24/7, isto é, vinte e quatro horas por dia, 7 dias por semana. O principal óbice deste serviço é que a versão gratuita apenas oferece 2Gb de espaço. Outros serviços de cloud computing são mais generosos, a começar pelo Google Drive, com 5 Gb, o Sky Drive, ou mesmo outros menos populares, como o Cloud pt, que oferece 16 Gb a cada português.

6. Evernote

O Evernote é um bom recurso que pode ser utilizado para capturar informações sem esforço em qualquer sistema operativo ou dispositivo usado. Ao “capturar” uma informação, ela fica acessível online na conta de cada um. Notas, listas de tarefas, quadros, páginas web e imagens podem ser capturados através do Evernote. É útil para organizar informação ou trabalhos e colaborar e partilhar com colegas e alunos.

7. Animoto

Sítio de criação de vídeos educacionais. O Animoto oferece aos professores e educadores, além da oportunidade de criarem as suas apresentações dinâmicas, capacidade para criar vídeos, clipes de música e imagens. É possível depois partilhar o trabalho realizado através de email, num site ou blogue, ou mesmo no Youtube, ou ainda apenas para download na sala de aula, em circuito fechado.

8. Voki

O Voki é um serviço que permite criar avatares falantes, que, depois podem ser colocados num blog ou num website. Do mesmo modo, pode ser criado um avatar de turma, que os alunos podem aceder sem terem de se registar.
O sítio disponibiliza, gratuitamente, planos de aula em formato pdf, que podem ser descarregados. Veja este EXEMPLO.

9. Tag Galaxy

Se acha que a aprendizagem através de fotos ou imagens pode ser divertido e ser uma ótima maneira para os alunos aprenderem qualquer coisa sobre qualquer assunto, o Tag Galaxy pode ser a solução. A partir de um tema qualquer a ferramenta ajuda a construir um planeta virtual de fotos, que podem girar e ser ampliadas, criando visualizações dinâmicas.

9. Go! Animate

Voki
Este é um serviço que permite produzir vídeos engraçados. Os professores podem aderir ao serviço de vídeos escolares.

Mais 10 ferramentas para professores

Todos os dias aparecem novas ferramentas, novas plataformas, novos programas que, de uma forma ou de outra, se apresentam como alternativas, tentando contribuir a melhoria do desempenho docente e para o aumento do sucesso escolar. Se a oferta é muita, há que saber escolher com critério, adaptando cada uma às reais necessidades.

Sugerimos mais 10 sites que valem uma visita cuidada. Não vá lá estar “aquela” ferramenta que nos está a fazer falta.

  1. Coursekit – Ferramenta de criação de cursos. Simples, elegante e gratuito.
  2. Glogster – Ferramenta multimedia do século 21 para educadores, professores e alunos.
  3. Remind101 – Mensagens de texto para os professores.
  4. Teachers pay teachers – Uma espécie de mercado de compra a venda e partilha de recursos pedagógicos originais.
  5. Iversity – A rede de colaboração para a ecola.
  6. Time to know – Plataforma de ensino digital.
  7. Haiku – Learning Management System. Uma maneira simples de trazer a web para sua sala de aula.
  8. Celly – Uma plataforma de ferramentas que melhoram a comunicação da escola.
  9. Goalbook -Apoio aos professores, pais e estudantes na elaboração de planos colaborativos de estudo.
  10. GlobalScholar – SIS, gestão curricular, diário de turma, ajuda nos trabalhos de casa, tutoria online.

Ser professor TIC

Ser professor de Tecnologias de Informação e Comunicação está a tornar-se uma tarefa deveras complicada. Não tem apenas de (utilizando a terminologia tradicional) ensinar com os alunos, como de mantê-los nas suas tarefas, quando as solicitações, nomeadamente da Internet, os cativam cada vez mais. Como se isso não bastasse, um Professor TIC tem de andar sempre um passo mais à frente. Na tecnologia, dos media sociais, nos planos de aula, ao mesmo tempo que tem de garantir que os computadores da escola continuam a funcionar.
Sugerimos então uma breve reflexão que pode ajudar a manter o foco e a melhorar o seu desempenho docente.

Adequação dos programas

Quais são as suas metas e objetivos para aulas de educação tecnológica e como se correlacionam eles com os padrões nacionais?
Ao responder a esta pergunta o professor pode esclarecer se o seu trabalho está ajustado aos padrões nacionais e se isso vai de encontro às necessidades e características da sua escola e dos seus alunos.

Design e Comunicação

Que projetos de websites e vídeo desenvolveu sozinho ou com os alunos? Como é que os enquadrou com com outros padrões académicos?
Um Professor TIC devidamente qualificado deve ser capaz de mostrar e exemplificar o seu trabalho, explicando-o com clareza.

Implementação do Programa

Como é que cativa os alunos para as tarefas escolares e controla o seu comportamento enquanto eles usam a tecnologia?
Ao prestar atenção à resposta a esta pergunta, vai obter uma melhor compreensão das habilidades necessárias à gestão de sala de aula.

Outras Tecnologias

Descreva outras possíveis formas de utilização da tecnologia na sala de aula pelos alunos.
O professor pode usar esta questão para demonstrar o seu domínio da tecnologia, desde a sua criação até à sua implementação e utilização.

Internet

Que sítios na internet acha mais adequados para o ensino? Que sítios recomendaria a outros professores para utilização na sala de aula?
Ao responder a esta questão, o professor está a mostrar a sua familiaridade com a educação na internet.

Desenvolvimento profissional

Você é membro de algum grupo ou sociedade de professores vocacionado para as tecnologias de informação? Como se mantém informado sobre os últimos desenvolvimentos em tecnologia educacional?
Ao responder a esta pergunta, o Professor TIC está a mostrar que leva a sério o seu desenvolvimento profissional e que está atendo aos desenvolvimentos e tendências da educação.

Referências:
Educational Testing Service: Technology Education Test
International Society for Technology in Education

Os professores sabem usar a tecnologia na sua prática letiva?

Boa tecnologia não é sinónimo de bom ensino.

Todos sabemos isso. Não é pelo facto de termos boas máquinas que o ensino por si só melhora. Tão importante como ter bons equipamentos é saber utilizá-los devidamente. Para nos ajudar e verificar se estamos no bom caminho, sugerimos o preenchimento de um inquérito.

A questão, ou conjunto de questões é colocada aos alunos, mas os professores podem, na mesma, utilizar o questionário para saber se sabem utilizar a tecnologia na sua prática letiva.

Educar para crescer.

O site da Editora Abril “Educar para Crescer” é um óptimo porto, com visita obrigatória: pela qualidade, pela abrangência, pela pertinência, pela capacidade de comunicação que consegue ter com os seus leitores e visitantes.
Neste caso em especial, recomendamos uma visita à página que convida à realização deste teste que, discutível ou não, coloca questões pertinentes em relação à forma como os professores utilizam a tecnologia na sua prática, ou como dizem os brasileiros “na hora de ensinar”. O site, no entanto, é tão rico, que havemos de voltar  e recomendar um conjunto de ferramentas e ideias que, embora direccionadas e assentes na realidade brasileira, não deixam de ter uma aplicação universal.

Quanto ao teste em si, vale sempre a pena realizá-lo. Alguma coisa aprendemos sempre. Nem que seja para confirmarmos que estamos no bom caminho… Ou não! Será?

Questionário:

Seu professor é antenado na tecnologia?