Prémio Hipertexto vai selecionar artefatos digitais educativos desenvolvidos por profissionais ou estudantes

Prémio Hipertexto vai selecionar artefatos digitais educativos desenvolvidos por profissionais ou estudantes

2001
0
SHARE

Não é difícil navegar pela web e encontrar manchetes que destacam projetos de aplicativos, websites e até softwares desenvolvidos por jovens aprendizes. Foi-se o tempo em que os ambientes de programação e desenvolvimento eram exclusivos para um grupo restrito de programadores. Os movimentos de inovação e criação de artefatos digitais romperam os limites da universidade e alcançaram crianças e jovens que a cada dia nos provam que é possível inventar o futuro de forma natural através do próprio celular ou do dispositivo mais acessível no momento.

São desenvolvedores que souberam identificar que a ação de criar e programar pode parecer complicada no primeiro contato, mas na realidade ela é mais simples do que se imagina. Ao ultrapassarem esse primeiro estágio do medo do complexo descobrem um infinidade de oportunidades e investem em relevantes projetos tanto de caráter artístico como voltados para a solução de problemas.

Isso acontece devido à facilidade no acesso a informação de qualidade que se pode alcançar de forma autônoma, quando se desenvolve uma rotina de estudos por meio de fontes qualificadas de conteúdo, ou através da orientação dos educadores que estimulam tanto a pesquisa teórica como as experiências práticas do conteúdo aprendido.

Buscando estimular esse movimento de criação e divulgação de artefatos digitais, voltados especificamente para fins educativos, está lançada a edição 2015 do Prêmio Hipertexto, iniciativa promovida pelo 6º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação e 2º Colóquio Internacional de Educação com Tecnologias, da Universidade Federal de Pernambuco.

screen-grama

O Prêmio Hipertexto busca destacar as boas iniciativas do uso de tecnologias para a aprendizagem. Trata-se de um estímulo ao constante desenvolvimento de novas tecnologias educativas. A iniciativa é divida em duas categorias, Aplicativo Educacional e Arte Digital Educativa, e nelas podem concorrer desde projetos nas áreas literária, plástica, musical, fotográfica e cinematográfica até aplicativos digitais voltados para a educação (apps), todos mediados por dispositivos computacionais como desktops, laptops, tablets ou smartphones.
Haverá prêmios em dinheiro para os três primeiros colocados que ganharão também hospedagem no Recife durante o período de realização do 6º Simpósio Hipertexto, que acontecerá nos dias 7 e 8 de dezembro no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Os 10 trabalhos mais bem avaliados farão parte do Espaço Artes Digitais e Tecnologias Educacionais e vão integrar exposição montada durante o evento. Os projetos selecionados terão seu potencial de mercado avaliado pelos congressistas e parceiros convidados. Além disso, seus representantes terão o direito de participar livremente de todas as atividades do evento.

As inscrições vão até o dia 31 de julho e devem ser realizadas exclusivamente no site do SimpósioHipertexto, via formulário de descrição do projeto. O valor da inscrição para cada projeto é de R$ 100,00 (cem reais) e será utilizado para a montagem da estrutura da exposição do Espaço Artes Digitais e Tecnologias Educacionais. Os trabalhos inscritos que não forem selecionados no ranking dos dez melhores receberão gratuitamente uma inscrição para participação no evento na modalidade “Ouvinte” com direito a certificação.

O edital completo pode ser acessado no link: http://www.simposiohipertexto.com.br/premio-hipertexto/

Conheça os projetos já premiados em edições anteriores:

2012: http://www.simposiohipertexto.com.br/hipertexto2012/premio-hipertexto2012.html
2013: http://www.simposiohipertexto.com.br/hipertexto2013/premio-hipertexto2013.html

Texto e imagem: Karla Vidal

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY