Filemail: transferir 30 GB de cada vez gratuitamente

O Filemail é uma aplicação web gratuita onde – sem registo ou autenticação – selecionamos um ficheiro, escrevemos o email de alguém e pressionamos no botão ‘enviar‘. O destinatário recebe imediatamente um link para fazer download do ficheiro.
O serviço tem hoje mais de 200 000 utilizadores que enviaram mais de 800 terabytes de ficheiros por mês.

O Filemail tem servidores nos Estados Unidos, Europa e Ásia. A plataforma desenvolveu também plugins, aplicações desktop, aplicações móveis e uma API que facilitam o trabalho de transferência.
O Filemail é rápido (não exige nenhuma partilha na “cloud”, é mais simples que transferir ficheiros utilizando serviços de alojamento, oferece muito maior limite de transferência que contas de e-mail, não força as pessoas que recebem os seus ficheiros a registar-se ou a instalar nada, integra-se facilmente com software de e-mail popular e oferece boas velocidades de transferência.
No envio gratuito, os ficheiros enviados estão disponíveis para descarregar durante 7 dias. O serviço também está disponível para subscrição, sendo que a principal vantagem dessa subscrição é o aumento dos dias em que os ficheiros ficam disponíveis (Plano Pro: 30 dias, Plano Business: 90 dias)

Ligação: Filemail

Curso online gratuito para aprender a programar aplicações para iPhone e iPad

A Escola de Engenharia da Universidade de Stanford criou um curso online gratuito (Developing iOS 7 Apps for iPhone and iPad) disponível na loja iTunes. O urso está dividido em 14 unidades, algumas das quais em formato vídeo.

Ipad ios7
O curso, em inglês e requer conhecimentos de programação C, sendo recomendado o conhecimento de linguagem UNIX também, e programação orientada a objetos.

O curso está orientado para a criação de ferramentas e APIs necessárias para construir aplicativos para as plataforma iPhone e iPad usando o iOS SDK.

Tópicos

  • Design de interfaces de utilizador para dispositivos móveis e interações únicas do utilizador usando tecnologias multi-touch.
  • Projeto orientado para objetos utilizando o paradigma model-view-controller;
  • Gestão de memória;
  • linguagem de programação Objective-C.

Outros tópicos incluem:

  • API orientada a objetos de banco de dados
  • Animação
  • Multi-threading e considerações de desempenho.

Ligação: Universidade de Stanford

15 maneiras de obter livros gratuitos legais

A leitura digital é cada vez mais popular e, diz-se, o futuro passa, essencialmente, por ela. Mas aqui não falamos de futuro. Assentes no presente, recomendamos 15 sítios onde se podem obter livros digitais gratuitos, de forma legal. São sítios de intercâmbio de livros, prendas, locais onde se pode descarregar livros sem direitos de autor. São alguns são incrivelmente bons. Uma lista para guardar com cuidado.

1 — Projeto Gutenberg

Project gutenberg
O Project Gutenberg oferece mais de 38.000 livros eletrónicos gratuitos, em formato epub ou livros grátis em formato kindle. Podem ser descarregados ou lidos em linha. Recentemente, a plataforma criou um espaço destinado àqueles que querem publicar as suas próprias obras.

Ligação: Projeto Gutenberg

2 — Domínio Público

Dominiopublico
Portal do Ministério da Educção do Brasil que disponibiliza obras que entraram no domínio público, cedidas por autores ou cujos autores morreram há mais de 70 anos.

Ligação: Domínio Público

3 — Google Book Search

Googlebooks logoConsulta de livros online e, em alguns casos, a possibilidade de os transferir para o computador. A maior biblioteca digital do mundo.

Ligação: Google Books

4 — Bibliomania

Bib anim largeMais de 2000 títulos de textos clássicos, guias de estudo, biografias, sumários e livros de referência.

Ligação: Bibliomania

5 — BookCrossing

BookcrossingUm sítio que convida á partilha de livros com estranhos. A ideia é que os utilizadores abandonem os livros ema ualquer espaçou público e deixem uma mensagem na web indicando onde o deixaram. Também se podem enviar livros a outros membros ou indicar aqueles que gostaríamos de receber.
Ligação: Bookcrossing

6 — BookMooch

Bookmooch logoBookMooché uma comunidade para a troca de livros usados. O sítio incentiva os seus membros a disponibilizar os livros de que já não necessitam em troca de livros que realmente precisam.
Ligação: BookMooch

7 — Children’s Books Online

Childrens Books OnlineNumerosos livros ilustrados para crianças de todo o mundo. Um grupo de voluntários digitaliza e traduz os livros.
Ligação Children’s Books Online

8 — Wikibooks

WikibooksDos criadores da Wikipedia, a Wikibooks disponibiliza milhares de títulos com conteúdo criado pelos próprios utilizadores.
Ligação: Wikibooks

9 — Memoware

Memoware logoLivros e manuais especificamente desenhados para dispositivos com ecrã reduzido, como tablete e smartphones.
Ligação: Memoware

10 — PaperBackSwap

PaperbackswapUma das maiores comunidades de intercâmbio de liras online. Também é pos´sável partilhar CDs e DVDs.

Ligação: PaperBackSwap

11 — SF-Books

Sf booksSítio de intercâmbio de livros especialmente pensado para os apaixonados de ficção científica.
Ligação: SF-Books

12 — Title Trader

Tt logo 05aEspaço de troca de livros, CDs , DVDs e outros produtos digitais.
Ligação: Title Trader

13 — World Public Library

WPLConsiderada a maior fonte de ebooks da internet, esta plataforma tem disponíveis mais de meio milhão de livros e documentos em formato PDF.
Ligação: World Public Library

14 — WOWIO

WowioEspaço de partilha de obras do domínio público.
Ligação: WOWIO

15 — Open Libra

OpenlibraProjeto, em língua espanhola, que procura reunir no mesmo espaço recursos bibliográficos de qualidade.
Ligação: Open Libra

Khan Academy em língua portuguesa

A Khan Academy, de que aqui neste blogue já falamos algumas vezes, cresce a cada dia que passa, disponibilizando-se em cada vez mais línguas para todo o mundo.
No que à língua portuguesa diz respeito, o projeto iniciado pelo norte-americano Salman Khan tem duas versões. Uma brasileira, patrocinada pela Fundação Lemann, com o apoio do Instituto Natura e Instituto Península, e outra de Portugal patrocinada pela Fundação Portugal Telecom.
A versão brasileira disponibiliza já várias centenas de vídeos devidamente traduzidos para português do Brasil nas seguintes áreas: Aritmética e pré-Álgebra, Biologia, Física, Química, Geometria e Álgebra.


De acordo com a Fundação Lemann, “desde 2012, escolas públicas brasileiras usam a plataforma de exercícios similar à disponível na Khan Academy em inglês. Hoje mais de 10 mil alunos de 3º, 4º e 5º anos dos estados de São Paulo, Paraná e Ceará participam do projeto Khan Academy nas Escolas. O objetivo é contribuir para a melhoria do desempenho dos alunos em matemática e experimentar a metodologia em sala de aula, com a formação e a contribuição dos professores. Na ferramenta, cada aluno avança no seu próprio ritmo, assistindo aos vídeos e fazendo os exercícios correspondentes. Já os professores monitoram a aprendizagem de cada estudante em tempo real. Isso permite um planejamento de aulas personalizado, considerando as dificuldades e as demandas individuais. Assim, os professores podem intervir com aqueles que apresentam mais dificuldade ou estimular quem já pode avançar para o próximo assunto. No início do ano letivo de 2014, plataforma de exercícios e relatórios estará disponível em português, gratuitamente na internet.”

A versão de Portugal apenas tem disponíveis, até ao momento, 396 vídeos de várias áreas da Matemática.


No canal de Portugal, a Fundação Portugal Telecom disponibiliza vídeos que abrangem múltiplas explicações de Matemática sobre matérias do 1.º ao 12.º anos de escolaridade. Os conteúdos podem ser usados por qualquer pessoa, quer se trate de um estudante, professor, encarregado de educação ou de um mero curioso.

Canal do Brasil:

http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/

Canal de Portugal

https://ptpt.khanacademy.org/

5 plataformas de escrita colaborativa online

Trabalhar em grupo online é cada vez mais fácil e as ferramentas para que tal seja possível são também cada vez mais e melhores.
Aqui no Professor TIC já falámos de várias (GoogleDocs, Zoho, Editorially, etc.). Hoje proponho cinco novas ferramentas todas diferentes, mas todas com elevado potencial. Permitam-me que destaque a primeira, ccGenie, pela inovação que traz na utilização do correio electrónico como ferramenta de comunicação. A experimentar, com certeza.

ccGenie

ccGenie é uma excelente ferramenta para o trabalho colaborativo baseado na organização automática e inteligente nas trocas de e-mail.
É uma solução original em que um agente inteligente irá analisar e organizar o conteúdo dos e-mails trocados no âmbito de uma intervenção de um determinado projeto.
ccGenie é uma espécie de assistente pessoal inteligente. Podemos simplesmente enviar ou encaminhar os emails para o ccGenie que ele extrai todas as informações relevantes e índices do grupo para que possamos ver com mais clareza e poupar tempo. Conversas, ligações, contatos, anexos serão colocados numa pasta online colaborativa dedicada ao projeto.

Cada espaço colaborativo é organizado com cinco itens.

  • Listas “Newsfeed”, com todos os eventos para a área em questão.
  • “Documentos”, que inclui todos os documentos, arquivos e links relacionados ao projeto.
  • “Conversa”, como o nome sugere, regista as conversas por email de forma clara e eficaz.
  • “Notas” é usado para classificar e adicionar notas a cada projeto.
  • Finalmente, a “People” é a lista de colaboradores do projeto. Este item contém os membros da lista e todas as pessoas citadas nos emails trocados.

Ligação: ccGenie

Draft

Draft é um processador de texto online para trabalhar de forma colaborativa. Pode ser utilizado dentro ou fora da sala de aula. A ferramenta permite que um aluno escreva e, em qualquer momento, possa enviar comentários ou solicitar especificamente a outro colega ou ao professor comentários sobre o mesmo. As pessoas convidadas recebem um link no email a partir do qual poderão sugerir alterações, modificações ou melhorias.
O autor do texto pode, depois, aceitar ou não as alterações e correções sugeridas através de um simples clique.
Este processador oferece uma série de saídas automáticas para os principais serviços de backup online, como sejam os casos da Dropbox, Google Drive, Evernote ou mesmo um servidos FTP.
Ligação: Draft

Mural.ly

Mural.ly, como o seu próprio nome indicia, é uma ferramenta de trabalho colaborativo que permite a criação de murais virtuais para troca de informações e trabalho conjunto.
É especialmente indicado para “partir pedra”, não apenas na área educativa, mas também nas áreas gráficas e visuais.
A sua utilização é intuitiva. Começa por um quadro branco para onde se pode arrastar documentos, arquivos, imagens ou links de vídeo.
O mural realiza backup em intervalos regulares.
Ligação: Mural.ly

Office 365

A gigante Microsfoft cumpriu a promessa de disponibilizar ferramentas colaborativas para o seu Office online. O Office vai permitir a colaboração em tempo real entre vários utilizadores. Word, PowerPoint e Excel poderão ser co-editados, a exemplo do que já acontece por exemplo com o GoogleDocs.
O número de pessoas que podem participar no mesmo documento é ilimitado, exceto para o PowerPoint cujo número máximo está fixado em 20.
Ligação: Office 365

Sqwiggle

Sqwiggle é uma ferramenta colaborativa que utiliza o sistema de de videoconferência permanente. Todavia, não se trata de uma ferramenta para reuniões através do vídeo, mas de um espaço de trabalho permanente, tipo escritório virtual.
O Sqwiggle ajuda a ver e compartilhar em tempo real durante todo o dia com o grupo de trabalho, seja de uma turma, de um grupo ou de um escritório com empregados em várias partes do mundo. Através de streaming de vídeo, facilmente trocamos mensagens de voz ou de texto. Também é muito fácil compartilhar arquivos.
A sua interface é muito simples. Os membros são exibidos em miniaturas de vídeo. Quando se quer falar com alguém, basta clicar na miniatura pretendida.
Além disso, o sistema permite criar múltiplas áreas de trabalho com diferentes colaboradores.
Ligação: Sqwiggle

Editorially: escrever online a várias mãos

Editorially é uma ferramenta online que permite a escrita colaborativa de um texto.

Esta ferramenta é notável pela sua facilidade de uso e ergonomia. É de uma rara clareza que nos permite a concentração no essencial: o texto.
Remove qualquer distração para dar todo o destaque ao texto. Permite escrever, reescrever, compartilhar e discutir tudo o que foi escrito por qualquer um dos colaboradores. Perfeito para um trabalho de pesquisa de vários autores, um trabalho coletivo ou um artigo de um blog escrito por várias mãos.


Um dos pontos fortes do Editorially é a sua capacidade de gerar diferentes versões do mesmo texto. A ferramenta cria uma espécie de linha do tempo com todas as mudanças. Tem ainda tem um recurso que permite comparar duas versões com todos os seus backups.
Entre outras coisas, o serviço permite falar diretamente com outros colaboradores, inserir comentários ou destacar trechos do texto. Quando nos conectamos ao serviço ele dá-nos uma linha do tempo que mostra quaisquer contribuições, comentários, acréscimos ou modificações feitas pela comunidade de colaboradores.
O Editorially permite guardar todos os documentos online, com ligação direta à Dropbox ou à sua publicação numa plataforma WordPress.
A sua utilização é gratuita.

Editorially from Editorially on Vimeo.

Ligação: Editorially

MultCloud: acesso a várias contas na nuvem

MultCloud é uma ferramenta que permite o acesso a várias nuvens de armazenamento e backup online a partir de uma única interface.

Já qui falámos de várias plataformas de armazenamento e partilha de dados online na nuvem, ou na cloud, como preferirem. A mais conhecida e popular continua a ser a Dropbox, mas há outras boas e mais relevantes alternativas, nomeadamente na capacidade de armazenamento.
Para quem é fã da Dropbox esta é uma ferramenta que, a partir de uma única interface, nos permite ter em simultâneo duas, três ou mais contas Dropbox ligadas.
Feito o registo, basta adicionar os serviços um por um. A plataforma MultCloud funciona e é compatível com os seguintes serviços: Dropbox, Box, SkyDrive, Google Drive, SugarSync e Amazon S3.

home-banner

Uma vez vinculadas as diferentes contas é possível pesquisar em todas elas de uma só vez. Muito prático. Do mês modo, também podemos visualizar os conteúdos, carregar e descarregar ficheiros assim como criar novas pastas e ligações de partilha.

Outra função útil é a possibilidade de mover um arquivo de uma cloud para outra simplesmente arrastando e soltando.
Embora em fase experimental o serviço já funciona muito bem e tem uma única limitação: o tamanho dos ficheiros a transferir não pode exceder 200 MB.

Ligação: MultCloud

10 editores de fotos gratuitos

Todos sabemos o quão importante é ter acesso a um editor de fotografia para, de forma rápida e simples, poder retocar uma imagem e depois publicá-la nas redes sociais.
Há variadíssimas soluções online e, por isso mesmo, decidimos sugerir 10 sítos com editores de fotografias gratuitos online.
Todos eles têm como caraterísticas principais o facto de serem de fácil utilização e de utilização gratuita.

1- Pixlr

Pixlr é considerado o melhor editor de imagens online. Permite trabalhar fotografias semiprofissionalmente. É um editor potente que permite editar imagens por camadas, ao género do Photoshop. Podemos adicionar texto e outros elementos gráficos às imagens

2- Aviary

Aviary é um editor muito interessante com aplicações próprias para telefones móveis, como iPhone e Android. Fácil de utilizar, podemos adicionar efeitos, texto, marcas de água, etc. de forma muito simples.

3- Pixenate

Pixenate é um editor de fotografia online muito fácil de utilizar. Um dos mais simples que há.

4- LunaPic

LunaPic é pouco conhecido, mas com grane potencial. Permite criar imagens no formato Gif.

5- Snipshot

Snipshot é um editor online básico, mas com algumas potencialidades, como a capacidade para veiar as imagens para o Flickr, ou a sua gravação em diferentes formatos (PNG, JPG, Gif, Tif, BPM, entre outros)

6- Splahup

Splahup é um editor completo que possui todas as ferramentas necessárias para editar de maneira coreta as nossas fotografias. Os resultados são muito bons.

7- FlauntR

FlauntR é um editor com milhares de efeitos especiais que poderemos adicionar à fotos.

8- Pic Resize

Pic Resize é um editor muito bom, também, com o qual podemos adicionar efeitos, marcas e estilos às fotografias.

9- Phixr

Phixr é mai sum editor de fácil utilização com muitos efeitos disponíveis.

10- FotoFlexer

FotoFlexer é um editor simples com várias ferramentas disponíveis, como efeitos, texto e lápis para desenhar.

Collagerator: Programa gratuito para criar colagens de fotos

Para os amantes da fotografia, este programa gratuito permite fazer composições originais. A aplicação permite criar colagens de fotos de uma forma muito simples, mesmo não se percebendo nada de desenho gráfico.


A aplicação está disponível para os sistemas Windows e Mac. A interface é muito intuitiva. Temos apenas que começar a agregar as fotografias que queremos e escolher o modelo que mais nos agrade. Além do mais, podemos aplicar efeitos, tal como sombras, bordas, de forma a dar à composição um efeito mais agradável.

Ligação: Collagerator