Ciência 2.0 – conhecimento em rede

O Ciência 2.0, projeto de comunicação de ciência multiplataforma, desenvolvido na Universidade do Porto, tem como objetivo fundamental promover um maior diálogo entre ciência e sociedade, abrindo ao público a possibilidade de participar com conteúdos de divulgação científica.
Astronomia, Ciência e Arte, Ciência Forense, Geologia, Física, História, Psicologia Química Saúde e Tecnologia constituem os temas do portal que pretende “comunicar a ciência em diferentes formatos e suportes”, tendo para tal estabelecido um conjunto de parcerias com órgãos de informação nacionais, para alcançar públicos mais vastos e diversificados.


Esta sinergia entre diferentes «media», afirmam os seus responsáveis, “permite trabalhar os conteúdos com níveis variados de profundidade e de forma complementar” e, assim, “com esta estratégia multimeios, tornar a ciência próxima do público e aumentar a continuidade dos conteúdos que são produzidos”.

Conhecimento em rede

A comunidade em geral é convidada a participar neste projeto através da submissão de trabalhos, sugestão de temas e ideias, colocação de questões e discussão de conteúdos.
Desta forma, pretende-se fomentar o espírito colaborativo do público assim como promover um verdadeiro “Conhecimento em rede”.
Uma viagem breve pelo portal permite-nos perceber rapidamente o alcance de algumas iniciativas, como sejam as respostas científicas a algumas questões do dia a dia, nas suas categorias de dossiês, reportagens, entrevistas, perguntas e respostas, e mitos ou verdades.
Do mesmo modo, são disponibilizados recursos educativos e alguns desafios, em espec ial na área da Matemática.
Todos os meses, é publicada uma Newsletter digital, que pode ser consultada diretamente.
Em parceria com a editora “Gradiva Publicações, S.A.”, o Ciência 2.0 está a organizar um conjunto de seis concursos subordinados ao tema “Uma ideia para ler”, que terão lugar nas redes sociais (Facebook e Google +) do projeto. Neste ano de 2013, será lançado um concurso de dois em dois meses atribuindo aos vencedores de cada passatempo um livro da coleção “Ciência Aberta”.
O projeto é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e do Programa Operacional Fatores de Competitividade (COMPETE) e por fundos nacionais através da Ciência Viva.

Ligações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *