Ensinar e aprender com as TIC

Canaltic.com é um blogue espanhol dentro do espírito do que é o “professortic.ml“. Da autoria do professor Fernando Posada Prieto, o blogue mostra, publica e divulga com regularidade ideias, sugestões e reflexões sobre as TIC em contexto educativo.
Com a devida autorização do autor do blogue, traduzi e adaptei um interessante trabalho intitulado “Enseñar y aprender con las TIC“. São pouco mais de 80 slides que, de forma esquemática, sucinta e objetiva, nos levam numa viagem sobre o tema.

Esta apresentação pretende expor as tendências e experiências das TIC na atualidade. Partindo de uma breve análise do contexto académico propõe-se caminhar sobre as ferramentas e propostas de trabalho mais utilizadas. Tendo em conta um panorama tão vasto, denso e variado, sugerem-se algumas conclusões finais potencialmente úteis para a prática docente quotidiana.

http://www.professortic.ml/wp-content/uploads/2013/05/Uso_das_TIC_no_Ensino.pdf



Ligação: Canaltic.com

Mathmateer: matemática básica no iPad

Mathmateer é um aplicativo lúdico de temática especial para os alunos praticarem as funções básicas da Matemática. O jogo possui imensos desafios matemáticos na versão gratuita. A aplicação é especialmente útil para trabalhar com os mais novos coisas simples como a contagem, reconhecimento de formas, tempo e dinheiro.

O Mathmateer apresenta desafios completos onde os alunos podem “ganhar dinheiro” com o qual podem personalizar e construir veículos espaciais. Uma vez os foguetões completos, estes podem voar para o espaço e completar missões, tendo sempre como base o desenvolvimento de missões matemáticas.

Mathmateer
Ligação: https://itunes.apple.com/us/app/id408770902

Thinglink: documentar imagens com ligações

Ontem falei de um sítio para adicionar balões de fala e pensamento a imagens. Hoje trago uma ferramenta que dá alguns passos em frente: Trata-se do Thinglink, uma plataforma online que permite inserir vídeos e outras ligações a imagens.
Primeiro é preciso registar-se, o que pode ser feito através da conta Facebook ou Twitter. além do mais, aqui podemos adicionar colaboradores ao nosso trabalho, o que a torna uma ferramenta muito mais completa e com muito mais potencialidades, nomeadamente pata trabalho colaborativo ou em sala.

thinglink_frontpageUma vez registado começamos por criar um mural. Para isso, carregamos uma imagem. Depois, marcamos os pontos interativos que nos vão redirecionar para as ligações, e juntar uma breve descrição do que queremos. Os pins interativos podem ter cores e formatos diferentes para os diferenciar das ligações.

A sua utilização como ferramenta educativa são inegáveis:
  1. Numa única imagem podemos instalar todas as ligações para todos os recursos que queremos que os alunos verifiquem.
  2. Podemos trabalhar as competências linguísticas, juntando pontos para que os alunos descrevam, coloquem títulos ou traduzam.
  3. Pode servir para que os alunos publiquem um trabalho sobre um determinado tema, inserindo apresentações, esquemas e tudo o que desenharem.
  4. Marcar num mapa pontos de interesse, juntando imagens ou vídeos.
  5. Apresentar um assunto.
Ver o slideshow da ferramenta:

Slid.es: Uma maneira fácil de criar e partilhar slides online

Há inúmeras soluções para elaborar apresentações, sendo que a mais popular continua a ser o Powerpoint, da Microsoft. Já aqui falamos de algumas alternativas, instaladas no computador ou de outras que podem ser trabalhadas no ambiente virtual.
Hoje vamos dar um salto a um novo sítio que se propõe tornar ainda mais fácil a elaboração de slides.

Slides front

Facilidade para criar e partilhar

Anteriormente conhecido como rvl.io, o Slides apresenta uma maneira fácil para criar, partilhar e apresentar ideias.

Seja para os criadores seja para os consumidores de informação, o conteúdo é sempre o foco. Há uma interface mínima para a edição que apenas mostra a quantidade certa de controlos.
Para visualizar, o Slid.der dá-nos uma experiência limpa, que permite uma navegação fácil pelos conteúdos, seja em que dispositivo for.
Para os produtores de conteúdo, o sítio oferece um editor amigável para a criação das apresentações, uma estrutura que funciona tanto numa ligação de computador como num dispositivo móvel.
Os trabalhos realizados são privados, cabendo ao utilizador exportá-los ou incorporá-los em blogues ou sites.
O acesso é gratuito, numa conta básica que permite o armazenamento de dados até 250 megas. O registo pode ser feito através de uma conta Facebook ou Twitter.

Ligação: Slid.es

6 sítios para conhecer e procurar por mais

Uma das formas mais eficazes para recarregar ideias, e enriquecer o “receituário” pessoal de soluções para os problema do dia da dia na escola é procrastinar pela net, navegando ao sabor da onda, percorrendo caminhos mais ou menos conhecidos, na certeza de que há sempre algo de novo e surpreendente à nossa espera.
Esta divagação não é sinónimo de perdição. Pelo contrário. Se não há tempo para verificar com atenção algum sítio, há muitas soluções para os guardar e voltar mais tarde.
A partilha de hoje diz respeito a 6 sítios e blogues interessantes que merecem uma visita porque, todos eles estão globalmente bem feitos, atrativos, consistentes e têm conteúdo. Vamos então a isso.

1— If It Were My Home

Comparar. Este site compara 10 dados entre dois países à escolha. Esperança de vida, mortalidade infantil, consumo de eltrcididade, emprego, saúde, etc.
Ligação: http://www.ifitweremyhome.com/

2 — Google Chrome Experiment

Site do Google Chrome onde são publicados trabalhos criativos criados pelos utilizadores. o Chrome Experiment é uma vitrine para experiências criativas na web, que podem ser construídas utilizando as mais variadas tecnologias. Todos são convidados a participar.
Ligação: http://www.chromeexperiments.com/

3 — Time and date

Tudo sobre o tempo. Calcular datas, para o passado e para o futuro. Organizar calendários, sincronizar fusos horários, verificar fusos horários, organizar calendários, e aplicações para diversos serviços, como iPhone, Android, tablets, etc.
Ligação: http://www.timeanddate.com/

4 — Educlipper

Educlipper é uma nova plataforma que funciona em termos semelhantes ao Pinterest e Learnist. O objetivo da plataforma é agregar, em especial, professores que partilhem conteúdos e sugestões de trabalho.
Ligação: Educlipper

5 — Kleinspiration

A inspiração da professora Klein leva-nos a descobrir uma escola, diferente, no mínimo, com algumas boas sugestões de organização e de trabalho. O seu blogue é também uma boa fonte de inspiração já que a professora Klein publica regularmente sugerindo ferramentas que a ajudam na sua tarefa.
Ligação: Kleinspiration

6 — Organized Classroom

Organized Classroom é, como nome indoca, um blogue que trabalha as questões da organização na sala de aula. conselhos, sugestões e ferramentas que ajudam sempre, principalmente quando o nosso receituário pessoal parece estar esgotado.

Ligação: Organized Classroom



Google Story Builder: Criar histórias de vídeo em minutos

A Google lançou recentemente uma nova plataforma que permite a qualquer pessoa criar vídeos curtos com muita qualidade. Com a Google Story Builder é possível ajustar os personagens, o enredo, e até mesmo personalizar a música. O exemplo dado pela Goggle mostra as potencialidades da nova plataforma.

O processo de criação de um vídeo por este sistema é simples:
  1. Adicionar dar nomes aos personagens (até 10)
  2. Adicionar e editar mudanças entre personagens (até 10)
  3. Titular o documento.
  4. Adicionar música.
  5. Dar nome ao vídeo e adicionar nome do autor.
  6. Publicar e partilhar o link.

Para não haver enganos basta lembrar que as histórias estão limitadas a 10 personagens e 10 mudanças, ter trechos rápidos e não longas descrições. Estas limitações não condicionam, pelo contrário, facilitam a forma como os alunos devem utilizar esta ferramenta para criar as suas próprias histórias dentro ou fora da sala de aula.
Esta pode ser uma excelente ferramenta interativa a utilizar pelos alunos, por exemplo, para resumir uma história. A brevidade do programa obriga os alunos a se envolverem com o essencial da informação e a serem criativos nas suas apresentações. Do mesmo modo, pode funcionar como “brain stroming” na discussão e debate livres, em formatos síncronos ou assíncronos.

Ligação: Google Story Builder

As tabuadas dos 6, 7, 8 e 9 na ponta dos teus dedos

A memorização das tabuadas é sempre um processo complicado e, por vezes doloroso. Ao fim e ao cabo, apesar dos esforços e das técnicas que cada professor possa desenvolver, cada aluno, cada pessoa, tem de encontrar a melhor estratégia, em especial para as tabuadas dos dígitos mais altos, 6, 7, 8 e 9.
Encontrei na internet uma técnica curiosa, original, de que nunca tinha ouvido falar. Com as devidas adaptações aqui vai:

Passo 1: Atribuir os números

  1. Primeiro coloca as mãos frente a frente como mostra o desenho.
  2. A cada dedo, atribui os números de 6 a 10 a cada dedo.

Passo 2: Como multiplicar

  1. — Escolhe os números para multiplicar Exemplo: 7×8
  2. — Toca os dedos cujos valores queres multiplicar.
  3. — Agora conta os dedos que ficam abaixo baixo deles. O número que resulta que será o algarismo das dezenas. No exemplo: 5
  4. — Agora multiplica os dedos da mão esquerda com os da mão direita, acima dos que tocaste. O produto será o algarismo das unidades Exemplo:. 3×2 = 6

Resposta: 56

** Em alguns casos o produto do algarismo das unidades será maior do que nove. Nesse caso será preciso somar duas quantidades.

Exemplo: 7×6

– Somar os dedos que se tocam mais os que ficam abaixo: No caso, 2+1=3. Será o algarismo das dezenas.

– Multiplicar os dedos que ficam acima dos dedos que se tocam: No caso, 4(mão esquerda) por 3 (mão direita) 3 x 4 = 12
Agora temos, 3 dezenas + 12 unidades. (30+12=42)

Passo 3: Outro truque para a tabela de 9

Passos a seguir:

  1. – Primeiro, coloca as mãos de frente.
  2. – Em seguida, atribui valores de 1 a 10 para os dedos.
  3. – Dobra o dedo cujo valor desejas multiplicar nove vezes.
  4. – Os dedos restantes à esquerda do que dobraste serão as dezenas.
  5. – Os dedos à direita serão as unidades.

Exemplo: 9 x 4

  1. – Dobra o quarto dedo
  2. – Os dedos restantes direitos à esquerda -> 3 (dezenas)
  3. – Os dedos restantes direitos à direita -> 6 (unidades)
  4. – Resultado Final -> 36

Complicado?
Talvez no princípio. Mas com um pouco de treino, é simples e eficaz.



Fonte: Instructables

Padrões e texturas grátis para Photoshop

Os padrões e texturas para Photoshop e outros programas de manipulação de imagens são cada vez mais populares. Há muitos sítios onde essas imagens são pagas, mas, outros há que as fornecem gratuitamente.
Sugiro hoje alguns blogues e sítios onde é possível encontrar bons padrões e texturas gratuitas para utilização livre.

Lo que estaba buscando

Bolgue espanhol que indica recursos para desenhadores e publicitários.

Ligação: http://loqueestababuscando.wordpress.com/2010/06/29/patterns-motivos-para-photoshop-gratis/

PSD fan extra

Sítio de fãs do photoshop (PSD. não confundir com partidos) que disponibiliza não apenas material (texturas, padrões, icons, vectores, papéis de parede, etc.) para descarregar, mas também tutoriais e artigos.

Ligação: http://psd.fanextra.com/articles/photoshop-patterns/

Lava 360

Lava 360 é um blogue sobre design para webdesigners e web design. No blogue são partilhados trabalhos de alta qualidade de arte digital e design livre. Do mesmo modo, são disponibilizados tutoriais para a grande maioria das aplicações utilizadas pelos designers.

Ligação: http://lava360.com/collection-of-photoshop-patterns-free-download/

Blue Blots

Mais um blogue para desenhadores que publica com regularidade ferramentas e recursos de muito boa qualidade.


Ligação:http://blueblots.com/freebies/500-truly-useful-resources-of-free-high-quality-patterns/

All free download

Como o próprio nome indica, este sítio fornece recursos gratuitos, entre os quais se contam padrões, modelos e texturas.


Ligação: http://pt.all-free-download.com/patterns-photoshop/pacote_de_108_padr%C3%B5es_31624.html

Bloggerspath

Sítio que disponibiliza informação para facilitar a vida a todos os bloggers, fornecendo recursos e ferramentas, a grande maioria gratuitas.

Ligação: http://bloggerspath.com/best-free-photoshop-patterns/

Patternspot

Para quem é muito, muito exigente, e procura produtos mais elaborados, o sítio PatternSpot vende milhares de padrões a preços módicos. Independentemente de se comprar ou não, vale sempre a pena dar uma vista de olhos para ver a oferta. (Não é por não podermos comprar um Ferrari que o vamos deixar de admirar. Pronto, tenho dito!)

Ligação: PatternSpot

Quixey: motor de busca para aplicativos!

Quixey é um motor de busca especializado na procura de aplicações, tanto para computadores como para equipamentos móveis, como smartphones ou tablets.

A vantagem deste motor de pesquisa é que não perde tempo com outras coisas inúteis e focaliza a sua procura em aplicações, fornecendo-nos respostas e sugestões úteis rapidamente. Além do mais, permite a filtragem dos resultados, balizando os resultados dentro dos parâmetros que lhe fornecemos, como por exemplo, aplicações gratuitas.
O motor funciona melhor com as busca em língua inglesa e os seus resultados são disponibilizados num formato simples. Clicando num dos resultados, é-nos revelada mais informação sobre a aplicação em causa, assim como as ligações para as podermos descarregar.
Útil, sem dúvida.

Ligação: Quixey

VideoNot.es: tirar notas enquanto se vê vídeo

VideoNot.es é uma ferramenta online que permite aos utilizadores fazerem anotações enquanto assistem a vídeos no mesmo ecrã, lado a lado, em integração com o Google Drive.

Introduzindo o URL no lado esquerdo do ecrã carregamos o vídeo. No lado direito, fica o espaço para tomar notas. Estas notas podem (e devem) ser sincronizadas com o filme e são automaticamente guardadas na conta Google Drive. O que significa que podemos compartilhar, colaborar e publicar as notas realizadas acerca de um vídeo exatamente da mesma forma que o fazemos com qualquer outro documento Google.
Por agora, os vídeos do Youtube são os únicos acessíveis através desta ferramenta, mas, acredita-se que, com o seu crescimento e banalização, será possível fazer o mesmo com vídeos de outras origens.

As vantagens de uma ferramenta como esta para um professor, seja para preparação de materiais, seja para utilização direta na sala de aula são, parece-me, óbvias.
Com ela, os alunos podem observar e/ou tomar notas sem terem que alterar as janelas de observação e escrita, fazendo pausas, abrindo e fechando janelas. A ferramenta simplifica o processo de observação e aprendizagem, ganhando tempo, evitando distrações, promovendo a concentração dos alunos em duas coisas: assistir ao vídeo e tomar notas.

Ligação: Video Notes