Vittra: Uma escola muito à frente

Em Estocolmo, Suécia, foi construída uma escola que representa o paradigma mais avançado do ensino. Poder-se-á mesmo dizer que é o futuro hoje. Respondendo ao modelo da livre organização escolar promovido pela empresa educativa Vittra, que possui neste momento 30 escolas naquele país nórdico, além de outras na Noruega, Dinamarca, Letónia e Estónia, este edifício de aprendizagem é um espaço aberto com focos diferenciados que permite às crianças aprenderem lado a lado, de acordo com as suas necessidades, interesses e termos, usando computadores e outros equipamentos.
Sem as turmas clássicas tradicionais, a escola tem também espaços fechados, como um salão de baile e um laboratório multimedia que as crianças utilizam em atividades mais ruidosas, de forma a não perturbar aqueles que trabalham no grande espaço aberto.
Existem zonas de colaboração, casas dentro de casas e outros recursos que são destinados a promover a curiosidade e a criatividade.

Uma verdadeira escola de sonho onde nenhum professor descuraria trabalhar e aprender. Só vendo.


A nova escola recentemente inaugurada, foi desenhada pelo arquiteto dinamarquês Rosan Bosch e procura responder aos princípios básicos proposto pelo modelo de organização da Vittra.

Em vez de sala de aula convencional, os alunos trabalham em grupos ajustados ao seu nível de realização com base em princípios educacionais da escola.

Uma escola voltada para o futuro

A Vittra foi fundada em 1993 e desde então tem desenvolvido um modelo único de ensino com planos de acção individuais com base em três premissas: conhecimento, desenvolvimento pessoal e aprendizagem.
Com a preocupação permanente de responder aos desafios do mundo atual e do futuro, as tecnologias de informação estão agora no centro da atividade desta escola, em que se inclui um computador por aluno.

O modelo de ensino/aprendizagem promovido organização escolar assenta em seis princípios que procuram dar a cada indivíduo a oportunidade …

… para encontrar a melhor abordagem para eles.
As crianças brincam e aprendem com base nas suas necessidades, curiosidade e inclinação, das melhores formas possíveis.

… aprender com base na experiência.
A aprendizagem das crianças é baseada na sua experiência, o que aumenta a motivação e inspira a criatividade.

… compreender a sua própria aprendizagem.
As crianças estão equipados com as ferramentas necessárias para adquirirem novos conhecimentos e aumentar a compreensão de “como é que eu aprendo”, o que permite que elas aprendam mais fácil e eficazmente no futuro.

… ter fé em si mesmos e nas suas capacidades.
As crianças tornam-se mais auto-conscientes, conscientes de seus pontos fortes e potencial de desenvolvimento, o que significa que ousam e gostam de ser desafiadas.

… para desenvolver a sua capacidade de comunicar e envolver-se em interação respeitosa com os outros.
As crianças entendem e são atenciosos com as necessidades e interesses dos outros. Elas podem expressar e defender os seus pontos de vista, bem como assumir a responsabilidade pelas suas ações.

… estar equipado para estudar e trabalhar num ambiente internacional.
As crianças desenvolvem o bilinguismo eficaz em Inglês e sueco ao experimentar e criar contatos internacionais através de redes e programas de intercâmbio com o exterior.

A escola Vittra

Para ver mais imagens desta escola inovadora, siga este link:

Fonte:

Vittra Telefonplan Future School in Sweden

7 sítios para estudar Matemática online

A Matemática continua a ser o bicho papão para muitos estudantes, razão pela qual é a área onde os encarregados de educação mais gastam dinheiro em explicações. Se é verdade que o investimento na “matéria maldita” acaba por ter retorno futuro, são cada vez maiores as possibilidades de ter acesso a recursos gratuitos que dão tão bons ou melhores resultados que as explicações tradicionais.
Sugerimos 7 lugares onde é possível estudar Matemática online, dois dos quais pagos, com a possibilidade de conjugar as modalidades presencial e online.

1 — Explicamat

O sítio Explicamat está em reestruturação mas tem já disponíveis alguns conteúdos de Matemática para o ensino secundário (10º, 11º e 12º) e também para o 9º ano de escolaridade. Para cada conteúdo, é disponibilizado um vídeo, acompanhado por um documento teórico, e exercícios.

2 – Hyptiamat

Hypatiamat é um projeto de investigação inserido na investigação do GUIA (Grupo Universitário de Investigação em Autorregulação) da Escola de Psicologia da Universidade do Minho que, em colaboração com investigadores do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra, pretende mapear as condições de (in)sucesso na disciplina de Matemática e contribuir para a promoção do sucesso escolar dos alunos do Ensino Básico.
O site disponibiliza aplicações hipermédia centradas nos conteúdos de Matemática do 5.º ao 9.º ano.

3 — Só Matemática

Só Matemática é um portal brasileiro com mais de 3.000 páginas de conteúdo, com materiais para ensino fundamental, médio e superior, além de biografias de matemáticos, trabalhos de alunos, provas online, um grande acervo de softwares matemáticos, artigos, jogos, curiosidades, histórias, fóruns de discussão e muito mais. Gratuito.

4 – Dúvidas Online

Dúvidas Online é o site da professora Carla Noronha, vocacionado para o Ensino Secundário e Superior. Procura responder a dúvidas sobre Análise Matemática, Química, Álgebra, Física, Estatística, Análise Complexa, Matemática e Probabilidades.
Pago.

5 – MATinspira

MATinspira é um projeto, da responsabilidade do Prof. Luís Silva, na área das Explicações de Matemática, centrado na prestação de serviços educativos profissionais de qualidade na área da Matemática, dos Ensinos Básico e Secundário, e candidatos ao Ensino Superior.
Neste projeto oferece explicações presenciais, online e ao domicílio. Serviços pagos.

6 – Unyleya

O 20 Explica é um serviço de apoio ao estudo e preparação para testes intermédios e exames de Matemática para os 3 anos do Ensino Secundário. Toda a matéria pode ser acompanhada na secção AULAS, através dos vídeos explicativos de professores especializados. Na secção AVALIAÇÃO, estão disponíveis testes interativos, com correção automática e identificação das matérias a rever. Adicionalmente, pode controlar-se o ritmo de trabalho, através de indicadores de progresso do estudo. O 20 Explica Matemática A 11.º ano, abrange todo o currículo para este ano de escolaridade. Sítio pago.

7 – khan Academy

Como não poderia deixar de ser, o projeto Khan Academy continua a ser uma referência nesta área, não apenas pelo seu pioneirismo, mas também pelo manancial de informação, exercícios e interatividade que disponibiliza. O original tem já alguns seguidores e, em Línguua portuguesa, como já aqui referimos, há que destacar o “Ensino Básico” e a Fundação Lemann, com o seu protodolo com a Khan Academy.

aNobii: como criar e partilhar a nossa estante virtual

Se quisermos colocar no nosso blogue ou simplesmente partilhar com os amigos, conhecidos ou alunos os livros que queremos, o site aNobii oferece-nos uma solução muito interessante. Acedendo ao site podemos criar a nossa estante virtual.
O sítio conta com milhões de livros, das mais variadas temáticas e idiomas, além de que permite a escrita de comentários e opiniões sobre os livros. Não se trata de um sítio onde se podem ler livros mas apenas de partilha de interesses para dar a conhecer os nossos gostos literários, sugerir e fomentar a leitura.
O processo de adesão é muito fácil. A partilha da nossa estante pode ser feita através de um link direto à nossa página no site ou pela colocação num blogue. O aNobii gera um código que pode ser colocado no nosso blogue de uma forma simples e prática.
Para demostrar a sua visualização abrimos uma conta e adicionamos alguns livros. Aqui fica a demonstração.

Omeka – plataforma para criadores de conteúdos

Omeka é uma das soluções mais interessantes para todos aqueles que querem publicar na web os seus trabalhos de uma forma organizada. Foi especialmente pensada para ser utilizada por investigadores, arquivistas, bibliotecários, historiadores e todos aqueles que, nas suas áreas de especialização, publicam trabalhos com regularidade.
Do mesmo modo, está apta a ser utilizada por instituições produtoras de conteúdos, como centros de investigação, bibliotecas, arquivos, etc.


Com este “script” de código aberto qualquer utilizador pode criar o seu repositório pessoal de trabalhos, com ou sem domínio próprio. Aliás, algumas das empresas que fornecem serviço de alojamento de sites possuem já esta aplicação para instalação fácil, sem exigir grandes conhecimentos ao seu utilizador.
A aplicação tanto serve para pequeno sites como para grandes instituições. Entre as instituições que utilizam este script está a Biblioteca Pública de Nova Iorque.
Para quem não se quer arriscar a criar o seu próprio domínio, o Omeka.net oferece um serviço gratuito (500 megas de armazenamento, 1 site, 8 plugins e 4 temas à escolha), onde qualquer pessoa pode colocar os seus trabalhos, arquivos, e projectos digitais. Para projectos mais complexos, o site oferece um leque alargado de facilidades, pagas, naturalmente.
Este script foi desenvolvido pelo Center for History and New Media (CHNM) da Universidade George Maison, Virgínia, um centro criado em 1994 com o objectivo de investigar e utilizar os meios digitais e as tecnologias de informação na investigação histórica, educação, recursos, ferramentas digitais e preservação digital.

Veja o video onde se explica tudo sobre esta plataforma.

What Is Omeka from Omeka on Vimeo.