6 maneiras para publicar num minuto

Há muitas e excelentes plataformas que professores e alunos podem usar para criar e manter um blog durante o ano letivo. Dependendo do objetivo proposto para o blogue, algumas plataformas são melhores que outras. Todavia, quando, mais do que um blogue, a necessidade se limita a publicar algo ocasionalmente, não é preciso utilizar uma plataforma de blogues. Sugerimos 6 maneiras (já aqui falamos em temos de uma) que permitem a publicação de matérias em menos de um minuto, sem complicações.

1 – Pencamp

Pencamp é uma plataforma simples para a publicação rápida de um texto.
Para publicar basta aceder à página, digitar o nome que queremos dar à matéria, inserir uma senha para editar e começar a escrever. Esta não é uma plataforma para blogues mas para publicação de artigos isolados ou de um tópico informativo. É possível criar qualquer número de páginas gratuitamente. Depois é só partilhar a ligação.

2 – Scriffon

Scriffon é um serviço simples para escrever e publicar online. Também não é uma plataforma de blogues, mas de escrita. Significa que é possível editar e alterar o que escrevemos. A cada texto é dado um endereço (URL). De posse de uma conta, gratuita, é possível escrever sob vários pseudónimos.
Exemplo: Professor TIC

3 – Pen.io

Pen.io é um serviço de blogging simple onde se pode começar a publicar em segundos. Já aqui publicamos um artigo sobre este assunto.

4 – Wordfaire

Wordfaire é um novo serviço que permite criar um blogue rapidamente, atualizando-o ao vivo. Para utilizar este serviço basta ter uma conta Twitter, Facebook ou Google. Uma vez assinado o serviço, basta escolher o endereço e o nome para o blogue e começar a escrever. Quando quiser atualizar qualquer matéria, basta clicar em “update”. As pessoas que o seguirem verão as suas atualizações assim que pressionar mo botão “atualizar”.

5 – GoogleDocs

Partimos do princípios que qualquer estudante tem uma conta google e, como tal, acesso ao Googledocs, agora harmonizado com a nova ferramenta Googledrive. Ora, ao escrever um documento na plataforma, é possível publicar a versões final. Para isso basta ir a “Ficheiro” e clicar em “Publicar na web”. Abre-se uma janela que disponibiliza um link ou um código para inserir noutro lugar qualquer. Sempre que houver atualizações no documento, as mesmas serão visíveis através da ligação criada originalmente.

6 – Writing Prompts ou Desafios de Escrita

Para os professores de inglês dos níveis mais avançados, sugerimos o site Toasted Cheese. Trata-se de um site onde, diariamente, são colocados desafios de escrita. O site promove concursos e competições de escrita. Pena não haver algo semelhante, pelo menos que conheçamos, em língua portuguesa.

Fonte: Free Technology for Teachers

20 aplicativos essenciais para educação

Lugar comum, o uso da tecnologia é uma presença cada vez mais incontornável na vida de professores, alunos e na educação em geral. Apesar de continuar haver algumas resistências, a utilização de iPhones e iPads nas salas de aula começa a ser recomendado. Não se trata de um capricho ou de uma moda mas de uma nova compreensão do ensino colaborativo e participativo que busca um maior envolvimento dos alunos na sua formação, que tem como consequência uma melhoria significativa nos resultados escolares.
É inegavelmente mais fácil levar os alunos a realizar as suas atarefas diárias fazendo uso dos meios tecnológicos que eles usam habitualmente. Os jovens, obviamente, sentem-se muito atraídos pela tecnologia, são os seus grandes utilizadores e utilizar esse recurso como ferramenta de aprendizagem significa estar atento aos novos tempos e às oportunidades que ele cria.
A lista que se segue enumera 2o aplicativos essenciais para educação, com recurso ao iPad e iPhone, apesar de haver alguns com versões para sistemas Androide. É, naturalmente, uma lista aberta onde podem caber outras tantas aplicações. Cada um será capaz, com certeza, de sugerir e preferir outras opções e sugestões. Partilhar é o segredo.

  1. Leafsnap: Desenvolvido por investigadores das Universidade de Columbia e de Maryland, e da Instituição Smithsonian. Usa um sistema de reconhecimento visual para identificar as espécies através de fotos das folhas.
  2. Grammar Up HD: essencial para a gramática, vocabulário e escrita em Inglês.
  3. SkyView – Explore the Universe : para explorar o universo.
  4. World Atlas – National Geographic, com excelentes mapas.
  5. iBooks: Biblioteca e livraria na palma da mão.
  6. iElements: Tabela periódica dos elementos
  7. Scales & Modes: Essencial para aprender música.
  8. Aprenda inglês Voxy: Aprender Inglês. Número 1 no Brasil.
  9. Math bingo: Uma ótima maneira de conjugar o jogo e a aprendizagem da matemática.
  10. MathBoard: MathBoard é apropriado para todas as idades, desde o jardim de infância (com simples problemas de adição e subtração) até ao primário, onde aprender multiplicação e divisão pode ser um desafio.
  11. Safe Browser: Um navegador seguro com filtros e controlos dos pais.
  12. Flashcards +: uma das aplicações mais úteis para criar e usar flashcards (grátis)
  13. iStudiez Pro: uma ferramenta de gestão da vida académica, desde os contactos, calendários, mapa de testes, horário de disciplinas, etc.
  14. TED Mobile: Ferramenta de vídeo muito útil para todas as idades.
  15. Anatomia em animações: Conhecer o corpo humano em 41 animações explicativas de cada sistema.
  16. Math Formulas: Aqui estão todas as fórmulas matemáticas que um aluno pode precisar.
  17. iPronuntiation: tradução mútua de 53 línguas, mais voz e pronúncia. Uma excelente ferramenta para aprender e conhecer línguas.
  18. Math Ninja Lite é um jogo divertido e interessante para crianças de 6-12 anos para aprender e praticar habilidades em matemática, desde os conceitos básicos de adição, subtração, multiplicação e divisão, até aos problemas mais avançados e complicados de resolver.
  19. Graphing Calculator: Calculadora perfeita para o cálculo, álgebra, etc ..
  20. Stack the Countries Lite: Aprender geografia com esta aplicação (em Inglês)

Google Drive: 5 Gb – Sky Drive: 25 Gb

A guerra do armazenamento virtual está ao rubro. Com o anúncio para breve do lançamento do Google Drive, disponibilizando 5 gibabites gratuitos, a Microsoft está a pedir aos donos de contas Hotmail com utilização do Skydrive para, o mais brevemente possível, atualizarem a sua conta para poderem contar com 25 gigas gratuitos. Se não o fizerem, o seu espaço de armazenamento gratuito vai ficar limitado a 7 gigas, de qualquer maneira mais 2 gigas que o Google Drive ou a Dropbox.
O sistema Skydrive é uma alternativa viável à mais do que popular Dropbox, que não há maneira de sair dos 2 gigas grátis.
Para ver mais alternativas de alojamento gratuito online, siga o link.

[vsw id=”wKJ9KzGQq0w” source=”youtube” width=”560″ height=”315″ autoplay=”no”]

10 ferramentas de planeamento para professores

Cada vez há mais ferramentas específicas para professores. De planificação, organização, partilha e ensino. Algumas delas são pagas (a qualidade paga-se sempre, de uma forma ou de outra), mas, independentemente desse factor, todas elas permitem testar. E quando se testa, sempre se tiram conclusões, sugestões, sempre se aprende alguma coisa.

Das dez ferramentas para professores que se seguem, algumas das quais já aqui falamos, apenas a primeira é paga após um período experimental. Todas as outras são gratuitas e podem encaixar na categoria e género de cada professor. É  uma questão de escolha, consoante o nível de ensino, os objetivos pretendidos, as matérias e o gosto de cada um. Vale sempre dar uma olhada.

  1. Planboard – Planeamento de aulas muito fácil. Defeito: é pago. Vantagem: É bom.
  2. Schoology – Planificar aulas, envolver os alunos e compartilhar conteúdo. Bom e gratuito.
  3. BetterLesson – Planos de aula, materiais e recursos. Grátis.
  4. LearnBoost – Livro de notas, planos de aula, gratuito. Também em língua portuguesa.
  5. ShowMe – Aprender e ensinar alguma coisa. Uma comunidade de aprendizagem e partilha online. Grátis.
  6. LessonPlan.it – Inova a forma de planear o ano escolar. Tudo online, “in the cloud”. Gratuito.
  7. ClassDojo – Melhorar o envolvimento e o comportamento dos alunos. Pode ser gratuito. Experimente.
  8. symbalooEDU – Para organiza e compartilhar o melhor da web com os seus alunos. Gratuito.
  9. The Coursebook – Descobrir, registar e partilhar grandes experiências de aprendizagem. Registo a pedido.
  10. Rafter – Disponibiliza  materiais práticos que os alunos vão realmente usar. Gratuito.

Top 10 aplicações iPAD para crianças

Se tem um iPad em casa, então já sabe o quão popular é com as crianças. A facilidade de utilização, as cores brilhantes, e o ecrã táctil intuitivo são factores que se combinam para tornar o dispositivo perfeito para mentes jovens e curiosas.
Os recursos iPads para as crianças são imensos. Existem milhares de aplicações, visando especificamente o grupo etário 1-6 e constantes novidades são adicionadas todos os dias.
O principal problema deste universo é a dificuldade que os pais têm em escolher os melhores aplicativos para os seus filhos.

O site The Online Mom, selecionou os 10 aplicativos que considera mais interessantes, que ajudam os pais na hora de escolher.

1 – Kid Art for iPad

Se há uma coisa em que o iPad é perfeito é desenhar e colorir. O Art Kid é do melhor que há.
Preço: € 0,79

2 – Monkey Preschool Lunchbox

Série de jogos em que um macaco pede para completar pequenas tarefas.
Preço: € 0,79

3 – Handy Manny Workshop

 

Jogo que pede para encontrar e combinar formas numa caixa de ferramentas.
Preço: € 0.99

4 – The Three Little Pigs

Os três porquinhos, foi nomeado pelo New York Times como um dos Top 10 dos “melhores livros infantis para iPad”. A história infantil tem aqui uma dimensão que até os adultos não a vão querer perder. Talvez por isso o preço seja o mais elevado de todos.
Preço: € 5.99

5 – Kids Song Machine HD + 10 Songs

Letras, músicas e animações num aplicativo que faz as crianças cantar e dançar.
Preço: € 2,39

6 – Toy Story Read-Along

 

Toy Story segue de perto o enredo original do filme da Pixar, com Buzz, Woody e todos os personagens já conhecidos trazidos à vida com belas animações e deliciosos efeitos sonoros. As crianças podem optar por ter a história lida em voz alta ou podm gravar a sua própria narração com a ajuda da mãe e meu pai.
Preço: grátis

7 – Bugs and Buttons

 

Coleção de jogos divertidos que ensina as crianças a contar, acorresponder padrões e formas e resolver quebra-cabeças simples.
Preço: € 2,39

8 – Alien Buddies

Um elenco de personagens adoráveis ​​e peculiares vai levar o seu filho em uma viagem fascinante para lugares longínquos. O objetivo do jogo é carregar um alienígena numa nave espacial e enviá-lo para o seu destino corretamente.
Preço: € 1,59

9 – Ace Writer – Alphabet Free Lite

A primeira aproximação à escrita.
Preço: $1.99: grátis

10- Magic Piano

Mostrando as incríveis capacidades do iPad, Piano Magic oferece três diferentes layouts de teclado, que reproduzem os sons realistas de um verdadeiro piano quando as teclas são tocadas.
Preço: grátis

Feira de Ciências Google desafia jovens e professores

A Feira de Ciências Google entrou na sua reta final. Os trabalhos foram recebidos até ao passado dia 1 de abril. A 21 de maio, um júri especialmente constituído, vai anunciar os 90 finalistas regionais e, algumas semanas depois, os 15 finalistas e o vencedor do prémio especial Ciência em Ação.
No dia 23 de Julho, os finalistas, originários de todo o mundo, vão viajar para a Califórnia, Estados Unidos, onde vão competir e saber quem será o grande vencedor da competição deste ano.
A Feira de Ciências Google é destinada a alunos com idades entre 13 e 18 anos para realizar investigação científica sobre uma questão ou um problema real que lhes interesse. Para participar no concurso devem enviar uma experiência, alguns registos e conclusões rigorosas.
Os estudantes competem com outros alunos da sua faixa etária, (13-14) (15-16) (17-18), de qualquer parte do mundo, para obter bolsas de estudo, estágios e experiências únicas. Também será atribuído um prémio especial denominado Ciência em Ação, patrocinado pela revista Scientific American. Este prémio será atribuído ao projeto que ofereça as melhores oportunidades de mudança viável na via dos membros de um grupo ou de uma comunidade.
Fechada que está a participação na edição deste ano, o convite está feito já para a participação na feira do próximo ano, cujo calendário será revelado no início de 2013.

Se a participação num concurso deste género é por si só aliciante, os seus prémios são um motivador inquestionável.
O vencedor do grande prémio tem à sua espera uma vasta lista de prémios, em que se destacam:

  • Uma expedição, patrocinada pela National Geographic Expedition, às ilhas Galápagos. O vencedor do Grande Prémio, acompanhado pelos pais ou responsáveis, ​​vai viajar a bordo do National Geographic Endeavour, durante 10 dias.  O Google paga o valor do voo do vencedor e a um dos pais ou responsáveis ​​para as Ilhas Galápagos. O prémio é válido por um ano a partir da data da concessão.
  • 50 mil dólares, oferecidos pelo Google, para ser usado em formação e estudo.
  • Uma experiência prática numa das três organizações parceiras do concurso:
    LEGO, CERN ou GOOGLE.
  • Um mosaico de cores pessoal LEGO
  • Acesso digital aos arquivos de Scientific American para a escola a que pertence o aluno durante um ano.

Os 15 finalistas também terão prémiso verdadeiramente fantásticos, entre os quais se conta uma uma bolsa de estudo no valor de 25 mil dólares, da Google, para cada um.

O prémio “Ciência em Ação” da Scientific American é constituído pelo financiamento de 50 mil dólares e um ano de acompanhamento do projecto do vencedor. A finalidade deste prémio é ajudar o vencedor a prosseguir a sua investigação e, se possível, desenvolver o projeto. O vencedor, assim como os pais, acompanhará os 15 finalistas na viagem à Califórnia para apresentar os projetos ao júri e receber o seu prémio.
2012 já foi. Quem se atreve para 2013?

20 sites com fotos grátis de primeira qualidade

Encontrar um boa fotografia nem sempre é fácil. E se o Google nos fornece instantaneamente muitas opções, elas não são, na sua esmagadora maioria, imagens de qualidade. Não apenas em termos artísticos, como de resolução, nitidez, etc.
Claro que há muitos espaços na internet de venda de imagens únicas, ou perto disso. No entanto, a quantidade de sítios onde é possível encontrar imagens de utilização livre e gratuita de muito boa qualidade, segundo vários factores, é também imenso. Dependendo do objetivo da imagem que se pretende, há sítios para tudo.
Na lista que se segue estão 17 sítios de imagens de ótima qualidade de utilização livre e outros três que, embora pagos, disponibilizam com regularidade imagens de grande nível gratuitamente. É uma questão de por lá passar de vez em quando.

Sunrise stroll - @ Bill Jonscher

Sites gratuitos

1. stock.xchng – http://sxc.hu/

2. Freerange Stock – http://freerangestock.com/

3. Morguefile – http://www.morguefile.com/

4. Pixel Perfect Digital – http://www.pixelperfectdigital.com/

5. Free Media Goo – http://www.freemediagoo.com/

6. Openphoto.net – http://openphoto.net/

7. Flickr – http://www.flickr.com/

8. Stockvault – http://www.stockvault.net/

9. NASA – http://nix.nasa.gov/

10. DeviantART’s Stock Images section – http://browse.deviantart.com/resources/stockart/

11. Everystockphoto – http://www.everystockphoto.com/

12. Creative Commons Search – http://search.creativecommons.org/

13. National Geographic – http://photography.nationalgeographic.com/photography/?source=NavPhoHome

14. Tumblr – http://garden-artistry.tumblr.com/archive

15. Photobucket – http://photobucket.com/

16. Piccsy – http://piccsy.com/

17. Reuters – http://blogs.reuters.com/fullfocus/

Sites pagos com áreas gratuitas

18. Dreamstime’s Free Section – http://www.dreamstime.com/free-photos

19. Fotolia’s Free Section – http://www.fotolia.com/FreeContents

20. iStockphoto’s Free Images – http://www.istockphoto.com/free_image.php

eLearning papers – edição especial de 2012

A publicação «eLearning papers» da elearningEuropa.info acaba de lançar a sua última edição especial apresentando uma seleção dos melhores contributos de 2011 sobre Recursos Educativos Abertos, Ambientes Virtuais de Aprendizagem e Salas de Aula Criativas.
Esta edição foca a concepção da aprendizagem com o objectivo de clarificar e divulgar diferentes perspectivas e práticas observadas nesta área. Os artigos desta edição especial oferecem um panorama actualizado e validado da área de investigação sobre a concepção da aprendizagem, revelando a diversidade dos estudos que estão a ser realizados.

Eis alguns exemplos de títulos desta edição:

  • The Language Campus: Role-Play in an eLearning Environment
  • Scaffolding Student Learning Designers with Social Media
  • AVATAR – The Course: Recommendations for Using 3D Virtual Environments for Teaching
  • Creating Invitational Online Learning Environments Using Art-Based Learning Interventions.





Para saber mais, clique em elearningpapers.eu/en/elearning_papers, edição de 2012.
Para descarregar o ficheiro em língua portuguesa, clique  AQUI.

10 programas de software livre para desenho 3D

Num artigo anterior apresentámos 10 programas de desenho digital 2D. Hoje falamos de ferramentas para desenho em 3D, também de software livre.

1 – Blender

 

blender

Blender é um programa de modelação, animação e criação de gráficos tridimensionais, texturização, composição, renderização, edição de vídeo e criação de aplicações interativas em 3D, tais como jogos, apresentações e outros, alternativa livre a outros programas como o Autodesk Maya.

O programa é multiplataforma, estando portanto disponível para diversos sistemas operacionais. O Blender implementa ferramentas similares às de outros programas proprietários, que incluem avançadas ferramentas de simulação, tais como: dinâmica de corpo rígido, dinâmica de corpo macio e dinâmica de fluidos, ferramentas de modelagem baseadas em modificadores, ferramentas de animação de personagens, um sistema de composição baseado em “nós” de texturas, cenas e imagens, e um editor de imagem e vídeo, com suporte a pós-produção.
O programa suporta 25 idiomas, incluindo o português, nas suas variantes portuguesa e brasileira.

Tutoriais em Português: Blender.org

2 — Google SketchUp

sketchupGoogle SketchUp Free edition é uma ferramenta de desenho em 3D, compatível com o sistema de Google Earth.
Este programa permite obter imagens em 3d de boa qualidade, de uma forma muito prática, iniciando um novo projeto de raiz ou alterando outros existentes.O Google SketchUp Free edition trabalha com os formatos BMP, SKP, TGA, 3DS, PSD, DEM, PNG, DF, JPG, KMZ e DAE. Este programa é um boa alternativa para que trabalha em projetos de arquitetura ou design.

3 – K-3D

k-3d

K-3D é um sistema de modelagem 3D, animação e renderização para GNU / Linux, Posix, e sistemas operacionais Win32. K-3D caracteriza-se por uma robusta arquitetura orientada para objetos, que possibilita a criação de animações de qualidade, indo ao encontro das necessidades de artistas profissionais.

4 – Art of Illusion

art_of_illusionArt of Illusion é um programa de computador de código aberto, para modelagem tridimensional, animação, texturização, composição e renderização, desenvolvido por Peter Eastman.
O objetivo do Art of Illusion é fornecer poderosas ferramentas de modelagem 3D com uma interface de utilizador melhor do que as encontradas em outros pacotes de software 3D. Apesar de sua interface ser simples, Art of Illusion contém muitos recursos encontrados nos software gráficos comerciais. Alguns de seus recursos, como o uso de repositórios online e uma ferramenta de download integrada para instalação de extensões, não são encontrados em softwares proprietários similares.

5 – ZModeler (Zanoza Modeler)

zmodeler

O ZModeler é uma aplicação de criação de objetos e formas em três dimensões. A sua utilização requer bons conhecimentos em modelagem.
O software é leve, funcional e totalmente gratuito, sendo indicado para quem lida com esse tipo de ferramenta.

6 – Anim8or

Anim8or é um programa gratuito e completo para criar, renderizar e animar modelos tridimensionais através de várias ferramentas. A sua interface é semelhante à de outros softwares aqui referidos, disponibilizando controlos variados através de comandos, o que facilita o seu uso.
Os objetos criados podem ser visualizados em diferentes perspectivas, incluindo as vistas frontal, de perfil, topo, entre outras. Assim, o criador pode conferir cada detalhe do seu modelo e construir verdadeiros trabalhos profissionais, através de um programa versátil e com um tamanho mínimo, de apenas 828 KB.

7 – Seamless3D

Seamless3DSeamless3D é uma ferramenta para modelagem em 3D grátis e com recursos profissionais. Com este programa podemos criar objetos em 3D apenas selecionando as formas e arrastando os pontos da imagem. Assim vamos adicionando ou removendo curvas, aumentando ou diminuindo o volume e, então, criando um objeto tridimensional.

8 – BRL-CAD

BRL-CADO BRL-CAD é um sistema feito para modelar imagens geométricas. Construído pelo exército Norte Americano em parceria com algumas outras empresas, este software demorou 20 anos para ser concluído e aprimorado. Possui um editor interativo de imagens que acaba fazendo com o que seu desenho se aproxime muito da realidade.
Como o computador e muitas ferramentas foram desenvolvidas pelo fator guerra, a história desse software não é muito diferente. Para se ter ideia da potencialidade deste programa, é possível desenhar armas de guerra com grande poder de destruição, por exemplo: tanques, mísseis, entre os mais variados tipos de armamento. Apesar dessa triste história da evolução, agora podemos desfrutar dessa ótima ferramenta para fazer desenhos de tipos variados que podem ficar completamente perfeitos.
O BRL-CAD é um programa muito parecido com o AutoCAD, sendo possível fazer desenhos em 2D ou 3D. Podem ser eletroeletrónicos, peças em geral, ferramentas, vestuário, peças automobilísticas, casas completas ou apenas uma parte, planta de uma superfície, enfim, os mais detalhados desenhos que precisam de exatidão e perfeição.

9 – DrawPlus

DrawPlus

DrawPlus Starter Edition é um programa para a criação de projetos gráficos de desenho vectorial.
A aplicação traz uma variedade imensa de possibilidades, pois permite usar pincéis e efeitos diferentes que dão um ar totalmente diferente aos elementos.

10 – eDrawings

edrawings

eDrawings é um software livre que permite ver, criar e partilhar modelos 3D e desenhos 2D. eDrawings oferece a capacidade única de com simples cliques qualquer pessoa com um PC poder interpretar e compreender a informação constante em desenhos 2D e 3D, como por exemplo da planta de uma casa, criados por outros programas CAD existentes no mercado.
O eDrawings pode exportar os arquivos como formatos de imagem (JPEG, PNG, TIFF, GIF e BMP), HTML, arquivo executável (.exe), ZIP e formato eDrawings.



Slidestaxx – Apresentações dinâmicas

Slidestaxx é mais uma ferramenta web 2.0 da família das apresentações, alternativa ao PowerPoint. Com funcionamento online, com ela é possível incluir imagens, vídeos, ligações web, assim como colocar legendas em todos os elementos. Trata-se de uma ferramenta rápida, fácil de utilizar com grandes potencialidades para o trabalho educativo, tanto do professor como do aluno.
O Slidestaxx permite criar apresentações muito completas para a turma ou para conferências, comunicações, etc., assim como partilhá-las na rede, nomeadamente nas redes sociais, mas também em qualquer blogue.


Esta ferramenta é recomendada para apresentações sobre conteúdos curriculares que incluam imagens ou vídeos e partilhá-los na rede; trabalhos de recolha de imagens, vídeos ou ligações de um tema com legendas explicativas; apoio a exposições de trabalhos dos alunos na turma e ainda em apresentações de fotos de atividades da turma, extracurriculares, acontecimentos educativos, etc.
Além do mais, é gratuito, como convém.

 Tutorial para aprender a trabalhar com o Slidestaxx
SlideStaxx Passo a Passo